O DER-PR divulgou que a rodovia poderá ganhar duas praças de pedágio. (…). Nesse modelo, uma concessionária de pedágio fica responsável pela obra, o governo custeia a manutenção da estrada e o motorista paga o pedágio.(…).

O projeto completo encaminhado à Secretaria de Infraestrutura e Logística foi recebido em dezembro e deve ser apresentado até março.(…). O levantamento aponta tarifa média de R$ 0,08 por quilômetro de duplicação, (…).

A princípio, as praças po­dem ser instaladas antes e depois de Tamarana. (…).

FONTE: GAZETA DO POVO, 16/02.