O Brasil atua com 1.062,94 transportadores, sendo 12% no Ri o Grande do Sul, em contrapartida, o setor de transporte conta com 2,6 milhões de trabalhadores, o que equivale a 20,5% da força de trabalho empregada no setor de serviços privados não financeiros.

Segundo dados da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), diante deste cenário, no Brasil, afrota de caminhões é de 2.290.958 veículos, sendo 11% em solo gaúcho. De acordo com o Detran RS (Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Sul), no Estado, circulam 269.603 caminhões, movimentando anualmente 485.625 TKU (toneladas transportadas por quilômetro útil).

No Brasil, o transporte é realizado 68,6% por meio do modal rodoviário, 23,7% do ferroviário, 5,1% do hidroviário e 2,7% do dutoviário. Já no Rio Grande do Sul, é realizado 85,3% com o modal rodoviário, 8,8% com ferroviário, 3,7% com o hidroviário, e 2,2% com o dutoviário.

Segundo informações da CNT (Confederação Nacional de Transporte), a malha rodoviária no Brasil soma 66.675,7 quilômetros de rodovias federais pavimentadas e 12.665,8 não pavimentadas. Em âmbito estadual, 119.691 pavimentados e 105.600,6 não pavimentados. Já no município, são 26.826,7 quilômetros pavimentados e 1.234.918 não pavimentados.

Além disso, de acordo com a Anfavea (Associação Nacional de Fabricantes de Veículos Automotores), o cenário econômico atual impactou no setor de transporte e logística, reduzindo em 43% a venda de caminhões novos.

FONTE: FROTA&CIA, 23/06.